Skip to main content

Piscicultura: dicas para alcançar um cultivo de qualidade

Piscicultura: dicas para alcançar um cultivo de qualidade

Avaliar exigências nutricionais e manejo alimentar dos peixes é essencial para uma boa produtividade

Atualmente, a piscicultura é uma das atividades pecuárias em maior expansão no Brasil. Com o aumento do consumo, os peixes produzidos são vendidos no varejo com grande facilidade. Segundo relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), consumo de pescados pelos brasileiros vai chegar a 12,7kg em 2025, cerca de 32% a mais do que os 9,6kg consumidos entre 2013 e 2015.

O que vemos hoje, é que a preferência dos consumidores pelo pescado ocorre em ocasiões como feriados religiosos, por exemplo, e fazem com que cresça a demanda da piscicultura no país. Em situações como essa, é comum a importação de peixes, pois a produção nacional não é suficiente para suprir a procura.

Para quem pensa investir na atividade, o investimento é consistente e o custo dependerá desde o objetivo da produção até a espécie que será cultivada. A vantagem é o bom giro de capital, que facilita recuperar os recursos e atingir uma rentabilidade efetiva.

Atenção para nutrição

Banner_AQUA_Site_Alltech.gif

Representando entre 60% e 80% do custo de produção, a ração é o principal aspecto a ser avaliado no cultivo de peixes e camarões. Para alcançar uma boa nutrição, é necessário investir em uma nutrição animal eficiente.

É importante reavaliar as exigências nutricionais e a dieta nas fases avançadas de engorda das principais espécies de peixes. Também é necessário avaliar e desenvolver aditivos que possam melhorar o desempenho e a saúde dos animais, bem como aumentar as qualidades sensoriais, microbiológicas e nutricionais, que vão contribuir na melhoria do produto final.

Entre as opções está a adição de aditivos e suplementos às dietas dos animais, que podem ser formulados à base de leveduras e adicionados na ração, por exemplo, sendo uma fonte proteica rica para o desenvolvimento durante as etapas produtivas do pescado. Esse tipo de estratégia pode auxiliar no controle de parasitas que prejudicam o desempenho dos animais.