Skip to main content

Minerais: seus pets estão recebendo a fonte e a quantidade adequada?

   

Confira os benefícios deste nutriente na alimentação dos animais de estimação

Atualmente, os animais de estimação fazem parte da família e têm uma longevidade maior, graças aos avanços na medicina veterinária, bem-estar animal e nutrição. Para que eles recebam uma alimentação adequada e que auxilie nesses pontos, é necessário o uso de alguns componentes na nutrição, como os microminerais orgânicos.
 

O que são os microminerais?

No grupo dos microminerais temos, como exemplo, o zinco, o selênio, o cobre, o ferro e o manganês. Esses minerais possuem uma grande variedade de benefícios para a saúde dos animais, incluindo o auxílio no sistema de imunidade de cães e gatos. 

Nas dietas dos pets, existem duas considerações importantes quando se trata de microminerais:

1 - Fonte inorgânica versus orgânica;

2 - Quantidade de microminerais fornecidos.

Ambos os fatores influenciam significativamente a biodisponibilidade e o impacto que os microminerais causam nos animais. 
 

O que acontece em dietas com microminerais inorgânicos?

Devido a sua estrutura, fontes inorgânicas de minerais têm níveis variáveis de absorção pelo organismo dos animais. Essa taxa é medida de acordo com a recepção desses elementos pelo sistema digestivo e a distribuição que ocorre nas áreas necessárias, entre eles a resposta imunológica e a reparação residual do animal, por exemplo. Portanto, a presença de microminerais inorgânicos nas dietas dos pets nem sempre será a quantidade que o animal precisa consumir e compatível com suas necessidades.

Depois que você alimenta seu pet, a comida é metabolizada pelo sistema digestivo para fazer com que seus nutrientes fiquem disponíveis para absorção e uso pelo organismo do animal. A estrutura inorgânica interage com outros componentes da dieta durante esse processo, resultando em minerais que formam um complexo indigestível e que ao final acaba sendo excretado nas fezes.

Esse procedimento confere o que chamamos de baixa disponibilidade, pois, mesmo que você esteja fornecendo minerais ao seu pet, eles não são capazes de ser absorvidos na quantidade necessária e utilizados adequadamente para benefício do animal. Algumas rações tentam combater esse problema adicionando níveis maiores do que as exigências nutricionais para minerais inorgânicos, disfarçando um problema com outro.


Quais as vantagens dos microminerais na forma orgânica?

Um micromineral orgânico é produzido de forma diferenciada. Sua estrutura dá proteção para passar com êxito por meio do sistema digestivo. Dali, ele pode atravessar a parede do intestino e o sistema sanguíneo para fazer o seu trabalho.

As formas inorgânicas dos microminerais ainda são utilizadas nas rações, porém se nota uma gradual transferência da preferência do mercado brasileiro para os microminerais na forma orgânica, devido à uma preocupação maior com a qualidade da nutrição dos pets – advinda dos próprios donos dos animais, possibilidades da redução do custo das fórmulas, além de ser uma tendência natural da demanda, se observarmos os mercados de países como Estados unidos, Canadá e Reino Unido, onde rações do tipo premium lideram as linhas de produção nas fábricas de pet food.

Nessa linha, há soluções de minerais orgânicos como o Bioplex e Sel-Plex, da Alltech, que oferecem uma biodisponibilidade melhorada, por meio do uso dos orgânicos, e pode ajudar os pets a terem uma vida mais longa e saudável. Ambas as linhas são inspecionadas pelo rigoroso controle de qualidade da Alltech, o qual analisa e controla a presença de metais pesados nas soluções, que poderiam causar problemas de saúde nos pets, além de menor excreção destes elementos indesejáveis no meio ambiente.

 


Dúvidas ou comentários? Entre em contato conosco: