Skip to main content

Minerais podem melhorar a reprodução?

Parecem ser uma parcela insignificante na nutrição pelas baixas inclusões, mas os microminerais são essenciais e sem eles alguns ingredientes como carboidratos, proteínas e lipídios não teriam sua função totalmente desempenhada dentro do organismo. Eles também são importantes para uma boa composição estrutural e hormonal, fundamentais para o bom funcionamento do sistema reprodutivo.

Em vacas, a deficiência de microminerais afeta também a imunidade e a produção de leite, além do desempenho reprodutivo. Em rebanhos de corte, por exemplo, isso pode significar redução no número de bezerros nascidos, decréscimo no número de bezerros desmamados e queda no peso dos bezerros até a desmama

Diante deste cenário, a suplementação com minerais é fator essencial – e a escolha de microminerais de qualidade mais ainda. O produtor deve ter em mente que minerais orgânicos ligados por aminoácidos e/ou peptídeos, na forma de proteinatos, são melhor absorvidos e aproveitados pelos animais.

Em pesquisa realizada na Universidade da Florida, EUA¹,  houve a utilização dos microminerais orgânicos e inorgânicos na suplementação de novilhas Angus e Brangus. Nele, a suplementação com microminerais orgânicos foi bem mais eficiente e melhorou os parâmetros de fertilidade das fêmeas com relação àquelas suplementadas com minerais inorgânicos. No primeiro ano de testes, por exemplo, as novilhas entraram na puberdade 9 dias antes e ficaram prenhas 8 dias antes com relação ao grupo controle (ING). No segundo ano os resultados foram ainda mais significativos: elas entraram na puberdade 41 dias antes e emprenharam 18 dias antes quando comparadas ao grupo controle.

Cromo: suplemento essencial para o aspecto reprodutivo das vacas

Um micromineral de extrema importância utilizado para ajudar na melhora dos índices reprodutivos, principalmente no pós-parto é o cromo na forma orgânica. Devido à alta taxa de cortisol circulando no organismo do animal, causado pelo estresse desse período, este mineral entra em cena minimizando significativamente a taxa desse hormônio no sangue, e consequentemente o estresse. Além disso, o cromo orgânico estimula o sistema imunológico do animal e, como resultado disso, temos uma melhora de desempenho em situações de desafio sanitário como é o pós-parto na reprodução. Podemos notar o efeito da suplementação do cromo e seus benefícios na tabela e no gráfico abaixo² em que foi utilizado cromo orgânico na suplementação de vacas Nelore. No estudo, a suplementação foi iniciada 30 dias após a primeira coleta de dosagem e quantificação de cortisol e continuou no intervalo entre as 3 coletas.

 

 

Todos esses resultados nos mostram que a utilização de minerais orgânicos na alimentação de fêmeas em reprodução é uma excelente estratégia para melhorar o desempenho reprodutivo, fazendo uma grande diferença durante todo o período de cria.

A Alltech desenvolve tecnologias avançadas em minerais orgânicos, fazendo com que eles sejam mais biodisponíveis para os animais, possibilitando a redução dos níveis de inclusão e atendendo suas exigências nutricionais para um máximo desempenho.

 

Referências bibliográficas:

1 D.M. Price, K.K. Arellano, M. Irsik, D.O. Rae, J.V. Yelich, K. Mjoun, and M.J. Hersom, PAS. Effect of organic trace minerals on fertility parameters in successive generations. University of Florida Department of Animal Sciences

2 Vásquez, F. A., Herrera. A. P. N. Concentração plasmática de cortisol, ureia, cálcio e fósforo em vacas de corte mantidas a pasto suplementadas com levedura de cromo durante a estação de monta. Ciência Rural, v. 33, n. 4, jul-ago, 2003.

 


Dúvidas ou comentários? Entre em contato conosco: