Skip to main content

Minerais orgânicos na saúde cerebral dos pets

Cão ao ar livre brincando com bola

O sistema nervoso de um animal coordena a atividade dos músculos, monitora os órgãos, constrói e finaliza estímulos dos sentidos e inicia ações. Minerais como o magnésio, cobre, cromo, selênio, zinco e iodo mantém a saúde do organismo e estão diretamente relacionados à saúde cerebral. Trabalhos mostram que o animal recebendo estes minerais na forma orgânica (com exceção ao magnésio e iodo), podem absorver no organismo mais que o dobro destes elementos, se comparado aos mesmos na forma inorgânica.

Diferencial dos minerais orgânicos

Minerais orgânicos ou quelatados são íons metálicos ligados quimicamente a uma molécula orgânica, que formam estruturas com características únicas de estabilidade e de alta biodisponibilidade mineral (AAFCO, 2000). Na forma orgânica, os minerais sofrem menos interações durante todo trato gastrointestinal, chegando mais biodisponíveis para absorção do animal. Estudos mostram que a absorção de minerais orgânicos pelos animais chega a ser 70% maior frente aos minerais na forma inorgânica.

Confira abaixo os benefícios destes microminerais na dieta de pets:

Selênio

Atua em enzimas que diminuem o estresse oxidativo do cérebro, ou seja, trabalha para que o cérebro "não envelheça". Está diretamente associado ao ciclo de vida das células. Colabora na eliminação de toxinas, como mercúrio, que provocam problemas cerebrais. Está ligado também à produção dos hormônios da tireoide.

A baixa oferta de selênio ao animal aumenta os riscos de problemas de cognição e pode até agravar quadros de patologias cerebrais. O excesso, principalmente na forma inorgânica de selenito de sódio, pode ser tóxico ao animal. Portanto uma inclusão adequada e segura (se possível na forma de selênio levedura - orgânica e menos tóxica) é primordial na nutrição de Pets.

Zinco

Está relacionado à proteção de neurônios e à melhora de quadros de estresse oxidativo. Promove a síntese da dopamina e da serotonina.

Tanto a carência quanto o excesso desse elemento no organismo estão ligados à piora no estresse oxidativo. O desequilíbrio pode estar associado à morte de neurônios e à queda na qualidade do sono.

Cromo

Atua em receptores da serotonina e também no aproveitamento da glicose pelo cérebro - consequentemente, está relacionado à regulação de humor e emoções. Pesquisas da Universidade de Oxford, na Inglaterra, indicaram que o uso de suplementos de cromo aumentou a atividade de neurotransmissores associados ao humor em cobaias.

Qualquer desequilíbrio pode trazer problemas gerais ao metabolismo. A falta de cromo compromete o transporte da glicose para as células. A carência desse elemento é capaz de acarretar altos e constantes níveis de glicose no sangue, o que pode levar ao diabetes.

Cobre

Muitas cuproenzimas, enzimas dependentes de cobre, são responsáveis por diversas reações essenciais para a função normal do cérebro e do sistema nervoso. Estas enzimas são responsáveis pela síntese de neurotransmissores. Além disso, a formação e manutenção da bainha de mielina são feitas de fosfolipídeos, cuja síntese depende da atividade do citocromo oxidase, enzima dependente de cobre. A forte ação antioxidante que o cobre proporciona indiretamente também irá prevenir doenças cerebrais degenerativas

A deficiência de cobre no organismo pode causar problemas como manchas na pele, neutropenia (baixo número de glóbulos brancos, chamados neutrófilos), osteoporose e doenças neurodegenerativas. Problemas na tireoide também podem ocorrer devido à carência de cobre.

Iodo

O iodo é fundamental na síntese dos hormônios da tireoide, o T3 e o T4. Esses hormônios desempenham importante papel no crescimento e desenvolvimento dos órgãos do filhote e, principalmente, do desenvolvimento cerebral do feto durante a gestação.

A carência deste mineral pode causar má formação cerebral, perda de capacidade cognitiva do animal filhote e problemas na gestação. A redução de fertilidade é um outro sinal típico da deficiência de iodo, ocorrendo redução dos hormônios o que afeta todos os órgãos em algum estágio de desenvolvimento, crescimento e maturação.

MINERAIS NA MEDIDA CERTA

Muitas rações disponíveis no mercado apresentam níveis declarados em rótulo de microminerais muito acima do recomendado pelo NRC, o que pode gerar vários problemas ao animal. Evite riscos e desperdícios suplementando na medida certa com a Alltech.

A Alltech do Brasil está preparada para trabalhar lado a lado com você em sua fábrica de ração para atender com eficácia as demandas cada vez mais exigentes do mercado pet. Vamos juntos em busca de resultados mais rentáveis: entre em contato conosco e suplemente seus minerais na medida certa.


Dúvidas ou comentários? Entre em contato conosco: