Skip to main content

Metais pesados: uma ameaça real na ração de cães e gatos

Gato e cão face a face em um gramado

A importância dos minerais na nutrição animal já é conhecida e estudada há alguns anos. Não é novidade que eles desempenham papéis vitais no organismo, uma vez que estão envolvidos em inúmeras reações metabólicas, manutenção do equilíbrio do pH, funcionamento do sistema nervoso e muscular, entre outros. Mas será que todos eles são benéficos aos animais?

A ingestão deficiente ou excessiva de qualquer mineral tem o potencial de afetar negativamente o animal. A Association of American Feed Control Officials (AAFCO) estabeleceu níveis mínimos de inclusão de minerais em alimentos para cães e gatos, ressaltando assim a importância da suplementação com microminerais na dieta.
Além de adequar o nível da suplementação mineral, a fonte de microminerais fornecida também é de extrema importância, uma vez que algumas suplementações minerais podem conter metais pesados e, assim, serem tóxicos para os pets. Metais pesados são elementos metálicos com alto peso atômico e presentes em muitos alimentos e no ambiente devido ao seu grande uso na indústria, agricultura, medicina e tecnologia. Arsênico, cádmio, cromo, chumbo e mercúrio são considerados particularmente nocivos a certos níveis do ponto de vista da saúde pública devido ao seu alto grau de toxicidade.

Estudos recentes realizados no Brasil constataram que os níveis de metais pesados, como mercúrio e cádmio, em alimentos enlatados de diversas marcas para pets foi superior (de 13,3 a 152 vezes) ao nível máximo tolerável pelas organizações de saúde, como a Comissão Europeia (European Comission Directive) (Paulelli et al., 2018), o que pode ser um problema ao ser ingerido pelos animais.

SISTEMAS DE GARANTIA DE QUALIDADE

Como vimos anteriormente, a contaminação por metais pesados pode representar um impacto negativo para a saúde de cães e gatos. Estes riscos estão principalmente associados à suplementação com microminerais contaminados na ração destes animais. Ao escolher um mineral inorgânico ou orgânico, uma atenção especial deve ser dada aos sistemas de garantia de qualidade implementados pela indústria. Algumas questões são importantes: o fabricante usa apenas matérias-primas aprovadas e analisadas contra riscos de contaminação? Houve análise laboratorial para presença de metais pesados? O fabricante realiza auditoria de seus fornecedores?
A rastreabilidade das matérias-primas para a fabricação do produto final é uma obrigação de todos os fabricantes de aditivos para a nutrição animal. Certificações de empresas respeitáveis, por exemplo, demonstram o compromisso de um fabricante com a qualidade e segurança do alimento.

A Alltech possui um programa de controle de qualidade na produção dos minerais orgânicos, o Alltech Q+. O sistema foi projetado para garantir que toda a matéria-prima recebida pela Alltech esteja livre de contaminantes como metais pesados, dioxinas e PCB’s. Este sistema foi implementado no ano de 2008 e, neste primeiro ano da implementação do programa, 33% dos lotes recebidos foram reprovados devido à contaminação com pelo menos um desses contaminantes. Ao final do processo de produção, o mineral orgânico produzido pela Alltech é reavaliado antes da entrega. O Alltech Q+ é estratégico para a entrega de produtos que sejam eficazes, nutritivos e livres de contaminantes, resposta da empresa ao compromisso de atender ou exceder os requisitos de todas as principais certificações globais de segurança alimentar e é implementado em todas as suas plantas de produção.

Não há outra maneira de garantir qualidade, segurança, rastreabilidade e consistência sem encarar a questão dos metais pesados com a devida responsabilidade, uma vez que a segurança alimentar tem sido algo inegociável para os tutores. Na hora de escolher os minerais orgânicos para a sua ração, procure por empresas comprometidas em gerar benefícios aos animais, ao meio ambiente e aos consumidores. Os pets agradecem – e sua marca também!

Leia também: Menos que rende mais


Quer saber mais sobre o programa de Gestão de Minerais da Alltech? Entre em contato conosco: